Setur publica listagem dos municípios participantes da Política de Regionalização do Turismo em Minas Gerais

A Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur-MG) publicou nessa semana a listagem oficial dos municípios participantes da Política de Regionalização do Turismo em Minas Gerais. A publicação visa atender ao art. 21 da Resolução SETES nº 45, de 05 de novembro de 2014 e pode ser consultada no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais ou pelo link  https://goo.gl/j28NHT

Esse ano, Minas Gerais aumentou de 455 para 600 municípios mineiros participantes da política. O aumento de 31,9% evidencia o trabalho de articulação da secretaria e suas instâncias de governança.

Para o secretário de Estado de Turismo, Ricardo Faria os dados revelam como o turismo se tornou realidade em diversos municípios. “Com o foco do trabalho da Setur em projetos voltados para beneficiar as cidades inseridas dentro dos circuitos turísticos, é com grande satisfação que percebemos a compreensão dos gestores municipais do turismo como importante ator na economia local.”

Abaixo a lista dos circuitos turísticos e municípios:

  1. Belo Horizonte;
  2. Agência de Desenvolvimento do Circuito Turístico Caminhos do Sul de Minas – ADECTUR: Brazópolis, Conceição das Pedras, Cristina, Delfim Moreira, Itajubá, Maria da Fé, Marmelópolis, Pedralva, Piranguçu, Piranguinho, Santa Rita do Sapucaí;
  3. Agência de Desenvolvimento Regional de Turismo Circuito dos Diamantes: Alvorada de Minas, Carbonita, Couto de Magalhães de Minas, Datas, Diamantina, Felício dos Santos, Gouveia, Monjolos, Presidente Kubitschek, Rio Vermelho, Santo Antônio do Itambé, São Gonçalo do Rio Preto, Senador Modestino Gonçalves, Serra Azul de Minas, Serro;
  4. Agência de Desenvolvimento Regional de Turismo Circuito Turístico Pico da Bandeira: Alto Caparaó, Alto Jequitibá, Caiana, Caparaó, Caputira, Carangola, Durandé, Espera Feliz, Faria Lemos, Lajinha, Luisburgo, Manhuaçu, Manhumirim, Martins Soares, Pedra Dourada, Santana do Manhuaçu, São Francisco do Glória, Simonésia, Tombos;
  5. Agência de Desenvolvimento Turístico do Circuito Mata Atlântica de Minas: Açucena, Belo Oriente, Coronel Fabriciano, Dionísio, Ipatinga, Marliéria, Santana do Paraíso, São Domingos do Prata, Timóteo;
  6. Associação do Circuito Turístico Caminho Novo – CTCN: Juiz de Fora, Matias Barbosa, Mercês, Santana do Deserto, Santos Dumont, Simão Pereira;
  7. Associação do Circuito Turístico Caminhos do Cerrado: Abadia dos Dourados, Arapuá, Carmo do Paranaíba, Cruzeiro da Fortaleza, Guimarânia, Matutina, Patrocínio, Rio Paranaíba, São Gotardo, Serra do Salitre, Tiros;
  8. Associação do Circuito Turístico Caminhos Gerais – ACG: Bandeira do Sul, Botelhos, Ibitiúra de Minas, Ipuiúna, Santa Rita de Caldas, Senador José Bento, Andradas, Cabo Verde, Caldas, Poço Fundo, Poços de Caldas;
  9. Associação do Circuito Turístico da Canastra- ACC: Araxá, Campos Altos, Perdizes, Sacramento, São Roque de Minas, Tapira, Vargem Bonita;
  10. Associação do Circuito Turístico das Águas: Baependi, Cambuquira, Campanha, Carmo de Minas, Caxambu, Conceição do Rio Verde, Cruzília, Dom Viçoso, Lambari, Liberdade, Passa Vinte, Soledade de Minas, São Lourenço, Três Corações;
  11. Associação do Circuito Turístico das Grutas – ACTG: Baldim, Caetanópolis, Capim Branco, Cordisburgo, Funilândia, Inhaúma, Jequitibá, Lagoa Santa, Paraopeba, Pedro Leopoldo, Sete Lagoas, Vespasiano;
  12. Associação do Circuito Turístico das Malhas do Sul de Minas: Albertina, Borda da Mata, Inconfidentes, Jacutinga, Monte Sião, Ouro Fino;
  13. Associação do Circuito Turístico Alta Mogiana: Araguari, Araporã, Cachoeira Dourada, Centralina, Conquista, Conceição das Alagoas, Delta, Fronteira, Pirajuba, Planura, Tupaciguara, Uberaba , Uberlândia;
  14. Associação do Circuito Turístico Grutas e Mar de Minas: Iguatama, Arcos, Boa Esperança, Campo Belo, Cristais, Formiga, Pains, Pimenta;
  15. Associação do Circuito Turístico Lago de Furnas – ACILAGO: Alterosas, Alfenas, Divisa Nova, Elói Mendes, Fama, Monsenhor Paulo, Paraguaçu, Campos Gerais;
  16. Associação do Circuito Turístico Nascente do Rio Doce: Alto Rio Doce, Desterro do Melo, Brás Pires, Carandaí, Cipotânea, Divinésia, Ressaquinha, Senhora dos Remédios;
  17. Associação do Circuito Turístico Nascentes das Gerais: Alpinópolis, Capitólio, Carmo do Rio Claro, Cássia, Claraval, Delfinópolis, Guapé, Ibiraci, Itaú de Minas, Passos, Piumhi, Pratápolis, São João Batista do Glória, São José da Barra;
  18. Associação do Circuito Turístico Noroeste das Gerais: Buritis, Cabeceira Grande, Dom Bosco, Guarda-Mor, João Pinheiro, Lagoa Grande, Natalândia, Paracatu, Patos de Minas, Presidente Olegário, Riachinho, Santa Fé de Minas, Unaí, Uruana de Minas, Vazante;
  19. Associação do Circuito Turístico Pedras Preciosas – CPP: Água Boa, Angelândia, Campanário, Caraí, Franciscópolis, Itaipé, Minas Novas, Poté, Serra dos Aimorés, Setubinha, Capelinha, Carlos Chagas, Francisco Badaró, Catuji, Itamarandiba, Itambacuri, Jenipapo de Minas, Ladainha, Malacacheta, Nanuque, Novo Cruzeiro, Novo Oriente de Minas, Padre Paraíso, Pavão, Teófilo Otoni;
  20. Associação do Circuito Turístico Serra do Cabral: Augusto de Lima, Buenópolis, Claro dos Poções, Engenheiro Navarro, Francisco Dumont, Joaquim Felício, Lassance;
  21. Associação dos Municípios do Circuito do Ouro – ACO: Barão de Cocais, Caeté, Catas Altas, Congonhas, Itabira, Itabirito, Mariana, Nova Era, Nova Lima, Ouro Branco, Ouro Preto, Raposos, Rio Acima, Sabará, Santa Bárbara;
  22. Associação dos Municípios do Circuito Lago de Três Marias – TURLAGO: Abaeté, Biquinhas, Estrela do Indaiá, Martinho Campos, Morada Nova de Minas, Paineiras, Pompéu, São Gonçalo do Abaeté, Três Marias;
  23. Associação dos Municípios do Circuito Turístico Caminhos Verdes de Minas: Bicas, Coronel Pacheco, Goianá, Guarani, Mar de Espanha , Chiador , Descoberto, Rio Pomba, Piau, Rio Novo, São João Nepomuceno;
  24. Associação dos Municípios do Circuito Turístico da Serra do Brigadeiro – ABRIGA: Antônio Prado de Minas, Divino, Ervália, Eugenópolis, Fervedouro, Miradouro, Muriaé, Patrocínio do Muriaé, Pedra Bonita, Rosário da Limeira, Vieiras;
  25. Associação dos Municípios do Circuito Turístico da Serra do Cipó: Conceição do Mato Dentro, Congonhas do Norte, Jaboticatubas, Nova União, Santa Maria de Itabira, Santana do Riacho, Itambé do Mato Dentro, Morro do Pilar;
  26. Associação dos Municípios do Circuito Turístico Guimarães Rosa – ACGR: Araçaí, Buritizeiro, Corinto, Curvelo, Felixlândia, Inimutaba, Morro da Garça, Pirapora, Presidente Juscelino, Santo Hipólito;
  27. Associação dos Municípios do Circuito Turístico Serras de Ibitipoca – AMATUR-IBITIPOCA: Arantina, Bias Fortes, Bom Jardim de Minas, Ibertioga, Lima Duarte, Pedro Teixeira, Olaria, Rio Preto, Santa Rita de Ibitipoca, Santa Rita de Jacutinga, Santana do Garambéu;
  28. Associação dos Municípios do Circuito Turístico Serras de Minas: Acaiaca, Alvinópolis, Araponga, Barra Longa, Canaã, Diogo de Vasconcelos , Dom Silvério, Guaraciaba, Guiricema, Paula Cândido, Presidente Bernardes, Rio Doce, São Miguel do Anta, Teixeiras, Ubá, Viçosa;
  29. Agência de Desenvolvimento Regional do Circuito Turístico das Serras e Cachoeiras – ADERT: Além Paraíba, Argirita, Astolfo Dutra, Cataguases, Dona Euzébia, Estrela Dalva, Guidoval, Itamarati de Minas, Laranjal, Leopoldina, Miraí, Palma, Piratetinga, Rodeiro, Santo Antônio do Aventureiro, São Sebastião da Vargem Alegre;
  30. Associação Circuito Turístico Campo das Vertentes: Carmo da Mata, Carmo do Cajuru, Carmópolis de Minas, Cláudio, Itapecerica, Oliveira, Santo Antônio do Amparo, São Francisco de Paula;
  31. Associação do Circuito Turístico Serras Verdes do Sul de Minas: Bom Repouso, Bueno Brandão, Cachoeira de Minas, Camanducaia, Cambuí, Conceição dos Ouros, Congonhal, Consolação, Córrego do Bom Jesus, Estiva, Extrema, Gonçalves, Heliodora, Itapeva, Pouso Alegre, Munhoz, Natércia , Paraisópolis, Sapucaí Mirim, São João da Mata, Senador Amaral, Tocos do Moji , Toledo;
  32. Associação do Circuito Turístico Terras Altas da Mantiqueira: Aiuruoca, Alagoa, Itamonte, Itanhandu, Passa Quatro, Pouso Alto, São Sebastião do Rio Verde, Virgínia;
  33. Associação do Circuito Turístico Trilha dos Inconfidentes – ATI: Alfredo Vasconcelos, Antônio Carlos, Barbacena, Barroso, Carrancas, Conceição da Barra de Minas, Coronel Xavier Chaves, Dores de Campos, Entre Rio de Minas, Ibituruna, Itutinga, Lagoa Dourada, Madre de Deus de Minas, Nazareno, Piedade do Rio Grande, Prados, Resende Costa, Ritápolis, Santa Cruz de Minas, São João del-Rei, São Tiago, São Vicente de Minas, Tiradentes;
  34. Associação dos Circuitos Turísticos Trilhas do Rio Doce – TRD: Aimorés, Alvarenga, Capitão Andrade, Coroaci, Conselheiro Pena, Engenheiro Caldas, Frei Lagonegro, Goiabeira, Itabirinha, Itanhomi, Mathias Lobato, Nacip Raydan, Santa Efigênia de Minas, São José do Jacuri, São Pedro do Suaçuí, São Sebastião do Maranhão, Sobrália, Tumiritinga, Coluna, Cuparaque, Dores de Guanhães, Gonzaga, Governador Valadares, Guanhães, Jaguaraçu, José Raydan, Marilac, Nova Belém, Paulistas , Peçanha , Resplendor, Santa Maria do Suaçuí, São Félix de Minas, São José da Safira, São João Evangelista, São José do Divino, Senhora do Porto, Virginópolis, Virgolândia;
  35. Associação do Circuito Turístico Vale Verde e Quedas D’Água: Carmo da Cachoeira, Coqueiral, Ijaci, Ingaí, Itumirim, Lavras, Luminárias, Nepomuceno, Perdões, São Bento Abade, São Thomé das Letras, Três Pontas, Varginha;
  36. Associação do Circuito Verde- Trilha dos Bandeirantes:, Conceição do Pará, Divinópolis, Esmeraldas, Igaratinga, Leandro Ferreira, Onça do Pitangui, Pará de Minas, Pequi, Pitangui, Ribeirão das Neves, São Gonçalo do Pará, São José da Varginha;
  37. Agência de Desenvolvimento Regional do Circuito Turístico Veredas do Paraopeba: Belo Vale, Bonfim, Brumadinho, Desterro de Entre Rios, Florestal, Ibirité, Igarapé, Itaguara, Jeceaba, Juatuba, Mário Campos, Moeda, Piedade dos Gerais, Rio Manso, São Brás do Suaçuí, São Joaquim de Bicas, Sarzedo;
  38. Associação do Circuito Turístico Villas e Fazendas de Minas: Capela Nova, Caranaíba, Casa Grande, Catas Altas da Noruega, Conselheiro Lafaiete, Cristiano Otoni, Itaverava, Lamim, Piranga, Queluzito, Rio Espera, Santana dos Montes, Senhora de Oliveira;
  39. Associação do Circuito Turístico Velho Chico: Bonito de Minas, Jaíba, Januária, Japovar, Lontra, Pedras de Maria da Cruz, São Francisco, Cônego Marinho, Juvenília, Manga, Mirabela, Montalvânia, Itacarambi;
  40. Associação do Circuito Turístico Lago de Irapé: Berilo, Botumirim, Chapada do Norte, Coração de Jesus, Cristália, Curral de Dentro, Grão Mogol, Ibiaí, Lagoa dos Patos, Leme do Prado, Montezuma, Novorizonte, Santo Antônio do Retiro, São João da lagoa, Turmalina, Veredinha , Vargem Grande do Rio Pardo;
  41. Associação do Circuito Turístico Rota do Muriqui: Caratinga, Córrego Novo, Imbé de Minas, Inhapim, Ipanema, Piedade de Caratinga, Santa Rita de Minas, São José do Mantimento, Taparuba , Tarumirim, Ubaporanga;
  42. Associação dos Municípios do Circuito Turístico da Cachaça: Berizal, Fruta de Leite, Indaiabira, Rubelita, Salinas, Taiobeiras;
  43. Associação dos Municípios do Circuito Turístico Montanhas e Fé: Abre Campo, Jequeri, Matipó, Pedra do Anta, Ponte Nova, Raul Soares, Rio Casca, Santo Antônio do Grama, São José do Goiabal, São Pedro dos Ferros, Sem Peixe, Sericita, Urucânia, Vermelho Novo;
  44. Associação dos Municípios do Circuito Turístico Urucuia Grande Sertão: Arinos, Bonfinópolis de Minas, Chapada Gaúcha, Formoso, Urucuia;
  45. Associação do Circuito Turístico Sertão Gerais: Capitão Enéas, Patis, Brasília de Minas, Bocaiúva, Francisco Sá, Glaucilândia, Itacambira, Juramento, Montes Claros, Olhos-D`Água, São João do Pacuí, Varzelândia;
  46. Associação do Circuito Turístico Caminhos do Indaiá: Doresópolis, Luz, Bom Despacho, Cedro do Abaeté, Dores do Indaiá, Quartel Geral, Santa Rosa da Serra, Serra da Saudade;
  47. Associação do Circuito Turístico Vale do Jequitinhonha: Araçuaí, Águas Formosas, Almenara, Bandeira, Bertópolis , Comercinho, Coronel Murta, Divisa Alegre, Divisópolis, Itinga, Jacinto, Jequitinhonha, Jordânia, Mata Verde, Medina, Pedra Azul, Ponto dos Volantes, Rubim, Virgem da Lapa;
  48. Associação dos Municípios do Circuito Turístico Montanhas Cafeeiras de Minas: Areado, Guaxupé, Arceburgo, Bom Jesus da Penha, Guaranésia, Itamogi, Juruaia, Monte Santo de Minas, Muzambinho, Nova Resende, São Sebastião do Paraíso, São Pedro da União;

Circuito das Grutas inaugura nova Sede em Sete Lagoas

O Circuito das Grutas inaugurou neste sábado (6), sua nova sede em Sete Lagoas. A nova estrutura funciona em uma sala no edifício do Lago Palace Hotel, na Orla da Lagoa Paulino.
“É mais um passo importante na consolidação do Circuito, depois de já termos funcionado em Matozinhos, no CAT de Sete Lagoas e também na Gruta Rei do Mato. É o resultado de muitos anos de trabalho, de muitas pessoas. Agora, com a parceria com o Lago Palace Hotel, queremos dar um salto ainda maior. Será um ponto de apoio para toda a cadeia produtiva do turismo em Sete Lagoas”, informa a presidente do Circuito Adriana Ferreira.
Para o presidente da Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais (Fecitur), Marco André Malaquias, presente na inauguração, “como instância de governança regional, é extremamente importante que o Circuito tenha estrutura para dar retorno aos associados que vêm em busca de atendimento, informação e consultoria. É impossível pensar nessas ações sem uma estrutura capaz de trazer resultados. O Circuito é um caminho que une as pontas: políticas públicas do turismo, os municípios e toda a cadeia produtiva”, comenta.

CIRCUITO VILLAS E FAZENDAS REALIZA OFICINA DO MAPA DO TURISMO BRASILEIRO

O Circuito Turístico Villas e Fazendas de Minas realizou na quarta dia 19/04/2017, na Sala de Treinamento da Adecol – Agência para o Desenvolvimento de C. Lafaiete, das 13h00 às 17h00, uma OFICINA DE ATUALIZAÇÃO DO MAPA DO TURISMO BRASILEIRO. A oficina contou com a presença da diretoria, de Gestores Municipais de Turismo dos municípios associados e foi apresentando pela Gestora Sidnéia Martins, que enfatizou a importância de um Município do Circuito estar incluído no Mapa do Turismo Brasileiro, sendo um instrumento de orientação para a atuação do Ministério do Turismo e da Secretaria de Estado de Turismo no desenvolvimento de políticas públicas, tendo como foco a gestão, estruturação e promoção do turismo, de forma regionalizada e descentralizada. Como este é um ano de atualização do Mapa, foram destacados os critérios obrigatórios dos municípios das regiões turísticas do Estado, bem como o Programa de Regionalização do Turismo, a Estruturação e Categorização dos Municípios no Mapa e as diretrizes e eixos de atuação para inclusão. Segundo o MTUR e SETUR MG, “todo município brasileiro pode participar do Mapa do Turismo Brasileiro, desde que atenda aos critérios estabelecidos:

* Possua órgão responsável pela pasta de turismo (Secretaria, Fundação, Coordenadoria, Departamento, Diretoria, Setor, Gerência);

* Destine dotação para o turismo na Lei Orçamentária Anual;

* Assine um Termo de Compromisso com o Ministério do Turismo.

E ainda, os benefícios da Política:

* Prioriza os municípios que adotam o turismo como estratégia de desenvolvimento;

* Melhora a capacidade de gestão e de desenvolvimento de políticas públicas;

* Aumenta a capacidade do MTur, UFs e municípios em investir, desenvolver e consolidar novos produtos e destinos turísticos;

* Respeita o princípio da eficiência da Administração Pública.

No último ano de atualização, o Circuito Villas e Fazendas de Minas já esteve inserido no Mapa do Turismo Brasileiro e participa ativamente do Programa de Regionalização do Turismo no Estado.

 

Texto: Circuito Villas e Fazendas de Minas / Camila Borges

32ª Reunião Ordinária do Conselho Estadual de Turismo de Minas Gerais (CET)

Nesta segunda-feira (17 de abril), a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur-MG) realizou, a 32ª Reunião Ordinária do Conselho Estadual de Turismo de Minas Gerais (CET), na Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL/BH, em Belo Horizonte.

Iniciando a reunião, José Eugênio de Aguiar, do Sindicato das Empresas de Turismo de Minas Gerais foi eleito para o cargo de vice-presidente do CET. Os conselheiros também foram empossados e receberam boas vindas do secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Ricardo Faria, que parabenizou os novos membros eleitos e indicados pela Sociedade Civil e Poder Público para a gestão 2017-2018.

A Setur apresentou as ações executadas pela pasta durante o primeiro trimestre do ano de 2017, com o objetivo de que todos os envolvidos conheçam de perto o trabalho desenvolvido pelos técnicos.

Na oportunidade, o CET e a Setur entregaram à Diretoria de Pesquisa, Informação e Estatística, da Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais uma menção honrosa em reconhecimento as premiações recebidas no 1º Prêmio Inova Minas Gerais, pelos trabalhos “Utilização de dados extraídos do site TripAdvisor para elaboração de indicadores do turismo em Minas Gerais” e “E-book ‘Contos de Minas’”.

Em reconhecimento pelo fundamental trabalho para o turismo de Minas Gerais, realizado à frente da vice-presidência do Conselho Estadual de Turismo no mandato 2015-2016, a Danielle Rabelo Feyo Lopes também foi lembrada. Daly Batista Coelho (in memorian), representada pela por seu filho, Thiago Batista, recebeu a menção honrosa em reconhecimento pelo excelente trabalho realizado em prol do turismo mineiro durante toda sua trajetória profissional.

O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Ricardo Faria, ressalta que “o turismo do Estado vem conquistando reconhecimento nos cenários nacional e internacional. Para isso, trabalhamos juntamente com toda a cadeia do turismo em Minas para que o setor alcance cada vez mais resultados positivos. Dessa forma, parabenizamos os eleitos e desejamos que a nova gestão contribua para que o turismo continue sendo pilar econômico e, claro, atraindo cada vez mais visitantes para o Estado”, afirma.

Circuito Rota do Muriqui reúne municípios em reunião na Setur

Dando sequencia ao trabalho da Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur–MG) que beneficia os circuitos turísticos, nesta quarta-feira (12 de abril) aconteceu, na Cidade Administrativa, mais uma Reunião Técnica de Alinhamento.

Em parceria com os municípios que compõem a Associação do Circuito Turístico Rota do Muriqui, o encontro teve como objetivo apresentar os novos projetos da Setur. Em destaque, o programa de apoio às festividades turísticas e o programa de implementação e revitalização de sinalização turística.

De acordo o secretário de Estado Adjunto de Turismo, Gustavo Arrais, as ações da Setur são de extrema importância para que o turismo municipal se fortaleça e, consequentemente, possa se desenvolver economicamente. “Estamos trabalhando diretamente com os circuitos para que todas as regiões sejam alcançadas por meio de nossos projetos”, afirma.

As cidades de Caratinga, Ipanema, Piedade de Caratinga, Santa Rita de Minas e Ubaporanga foram representadas. Os municípios de Tarumirim e Imbé de Minas também participaram do encontro com o intuito de, a partir de agora, compor o circuito.

Circuito Turístico Rota do Muriqui

O Circuito Turístico Rota do Muriqui é o habitat da população do maior primata das Américas, o Muriqui-do-Norte, podendo ser observado de perto pelo visitante que escolher este Circuito como destino.

A região é contemplada com reserva de Mata Atlântica propiciando belíssimos passeios, além das inúmeras cachoeiras, uma gastronomia rica em sabores, tendo ainda um povo hospitaleiro e um diversificado calendário de festas tradicionais. Este cenário é complementado pelos casarões antigos e fazendas centenárias, que dão o ar bucólico à região.

RTA no Circuito dos Diamantes

Aconteceu no dia 20 de abril de 2017, na Pousada da Água Quente (Comunidade de Água Quente), em Felício dos Santos, a  Reunião Técnica de Alinhamento do Circuito Turístico do Diamantes. Estiveram presentes o Secretário de Estado de Turismo Ricardo Faria, Prefeitos de 12 dos 14 municípios associados, o Presidente da Federação de Circuitos Turísticos de Minas Gerais (FECITUR) Marco André Malaquias, representantes de entidades parceiras, técnicos da SETUR e do Circuito dos Diamantes e representantes da comunidade local. A Setur apresentou os programas que beneficiam os Circuitos Turísticos Mineiros, alinhando com os municípios associados e equipe técnica da entidade, as ações para a gestão da região turística nos próximos anos.

FECITUR presente na WTM Latin América 2017

Entre os dias 4 e 6 de abril, a FECITUR MG esteve presente na World Travel Market – WTM Latin América realizada em São Paulo no Expo Center Norte. Com a participação de representantes oficiais, agências, buyers, receptivos, destinos e empresas do setor turístico de todo o mundo, a WTM é considerada uma das maiores feiras do mundo no setor turístico. Três dos diretores da Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais – FECITUR marcaram presença representando a entidade e estreitando laços com diversas entidades e níveis de governo, além de fortalecer a parceria com a SETUR MG e os receptivos mineiros do programa “Minas Recebe” que estiveram presentes no stand de Minas no complexo se estados cedido pelo Ministério do Turismo.

A vice-presidente secretária da FECITUR, Érica Maia, do Circuito Veredas do Paraopeba, representou a FECITUR participando da abertura da WTM em companhia do Secretário de estado adjunto de turismo, Gustavo Arrais. Érica e o vice-presidente de comunicação da FECITUR Marinho Filho, do Circuito Serras Verdes do Sul de Minas, tiveram a oportunidade de conversar com o Ministro do Turismo, Marx Beltrão; com o vice-ministro do turismo, Alberto Alves e com o presidente da EMBRATUR, Vinicius Lummertz, já no primeiro dia do evento.

Os diretores da FECITUR tiveram a missão de levar o modelo de sucesso e vanguarda da Política de Regionalização do Turismo aplicada em Minas há quase 20 anos, demonstrando a nossa efetividade e o sucesso dos circuitos mineiros para o Ministério do Turismo, para o trade e trocar experiências com outros estados. O vice-presidente técnico, Eduardo Henrique Oliveira, do Circuito Serra do Cabral, também presente à WTM juntou-se aos diretores na quarta, dia 5, para reunir-se com secretários e representantes de diversos estados brasileiros no turismo, para apresentar o modelo mineiro de regionalização e trocar experiências.

Com a companhia do parceiro Gustavo Arrais, Secretário Adjunto de Minas, foram contatados o secretário estadual adjunto de turismo do Pará Joy Colares, o secretário de estado de turismo do Maranhão Hugo Helga, Secretário de Estado do Turismo do Rio de Janeiro, Nilo Sérgio Félix, Secretário de Estado de São Paulo Laércio Benko, Diretor de Turismo do Estado de Roraima, Ricardo Peixoto, Secretária de Estado de Turismo do Amapá Synthia Machado Lamerão, Secretário de Estado do Turismo do Espírito Santo José Sales Filho e a sua subsecretária de turismo Simone Modolo e o Secretário de Estado Adjunto do Distrito Federal, Jaime Recena. Todos os estados contatados apreciaram a apresentação do modelo mineiro de gestão da política de regionalização e muitos citaram o nosso modelo como exemplo de eficiência e de otimização de resultados.

Na manhã do dia 5 de abril, quarta-feira, o vice-presidente da FECITUR, Marinho Filho representou a FECITUR na reunião do FORNATUR – Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes de Turismo, onde o nosso Secretário Adjunto Gustavo Arrais foi eleito 1° vice-presidente do Fórum como e representante de Minas Gerais, tendo o secretário de turismo de Pernambuco, Felipe Carreras como presidente.

Os diretores da FECITUR ainda fizeram contatos importantes com diversas entidades do turismo como o presidente da ABAV Minas Gerais, José Maurício de Miranda Gomes, com o presidente nacional da ABBTUR – Associação Brasileira De Turismólogos e Profissionais de Turismo, Elzário Pereira Júnior, e participaram do lançamento do ABETA Summit 2017, o maior evento de Turismo de Aventura da América Latina, que será realizado em Outubro em Santo Antônio do Pinhal e outras cidades, inclusive cidades mineiras. O lançamento aconteceu no stand do Estado de São Paulo com a presença da diretoria da ABETA – Associação Brasileira de Empresas de Turismo de Aventura, dos representantes dos estados e municípios anfitriões.

A FECITUR busca, através da participação em eventos do porte e modelo da WTM Latin America, estreitar laços institucionais, ganhar e trocar experiências com outras entidades, estados e mesmo países, visando sempre fortalecer nossos Circuitos Turísticos Mineiros e o próprio turismo de Minas Gerais.

Presidente do Circuito Lago de Três Marias visita Secretário de Turismo

O presidente do circuito turístico do Lago de Três Marias, José Arnaldo Alves da Paz, juntamente com o prefeito de Abaeté, Armando Greco, estiveram no gabinete do Secretário de Turismo de Minas Gerais Ricardo Faria  nesta quarta-feira (15). Na oportunidade viabilizaram um encontro para reunir todos os municípios associados, que deverá acontecer no próximo mês.
O apresentador do programa Viação Cipó, Otávio di Toledo, também nos prestigiou com sua visita.

Setur recebe nova diretoria da Fecitur

Na última quarta-feira (01 de fevereiro), a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur-MG) recebeu a nova diretoria da Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais (Fecitur).

Eleita em dezembro de 2016, a diretoria composta pelo presidente, Marco Andre Malaquias, vice-presidente diretor técnico, Eduardo Henrique Oliveira, vice-presidente diretor de comunicação, Mário Batista da Silva Filho, vice-presidente diretor financeiro, Ramon de Carvalho Reis e pela vice-presidente diretora secretária Érica Natália de Sousa apresentou a nova estrutura da federação ao secretário de Estado de Turismo, Ricardo Faria e ao adjunto da pasta, Gustavo Arrais.

Durante a visita, as novas diretrizes e ações inseridas pela equipe da Setur também foram expostas ao grupo. Dentre elas, o novo decreto de competências, novo portal e as propostas do ICMS turístico.

“Na expectativa de uma parceria ainda mais forte, apresentamos nossas prioridades para a diretoria da Fecitur. Por meio do diálogo com eles, que representam nossos circuitos turísticos, tornamos nossas ações mais eficientes e conquistamos êxito em nossos projetos. Dessa forma, reforço que a Secretaria de Turismo está à disposição para contribuir com o trabalho desempenhado pela federação”, avalia Ricardo Faria.

“Trabalhar em um Estado tão grande é bem complexo e essa nova diretoria fará o possível para avançarmos. Os circuitos são o programa de regionalização do Estado, dessa forma, tenho certeza que o caminho mais curto para o sucesso é nos profissionalizarmos. A Setur pode contar conosco que andaremos juntos”, explica o presidente da Fecitur, Marco André.

1 2 3